Grafismo opção1.png

A IMPORTÂNCIA DA PRIMEIRA CIRURGIA

A primeira cirurgia é a cirurgia que vale ouro.
 

A anatomia da mulher é cheia de detalhes e exige extremo conhecimento. A endometriose é uma doença que distribui pela superfície e profundidade da pelve feminina, semelhante ao câncer.


Os exames de imagem, quando bem realizados, relatam muito bem o que é encontrado. Mas é no intra operatório que vamos ver as reais dificuldades.


O cirurgião deve ser radical na retirada das lesões e econômico na preservação das funções dos órgãos e estruturas da pelve. O grande problema é que muitas das vezes este limiar está “por um fio” o que demanda muita expertise.


Uma cirurgia que deixa para trás muitos implantes aumenta os riscos de permanência de dor e infertilidade. A segunda cirurgia torna-se mais difícil e mais complexa, exigindo ainda maior expertise e com um maior risco de resultados piores.