Mulher madura
Grafismo opção1.png

SANGRAMENTO UTERINO DISFUNCIONAL

Sangramento uterino disfuncional é um distúrbio ginecológico frequente que pode ocorrer em qualquer época do período reprodutivo da mulher, mas é mais prevalente em seus extremos, ou seja, entre adolescentes (logo após a primeira menstruação) e entre mulheres de 40 a 50 anos (no período que precede a menopausa).

Caracteriza-se por sangramentos uterinos de maior quantidade ou duração e são frequentes causas de impacto na qualidade de vida e social das mulheres.

 

A origem se deve a um estímulo hormonal inadequado sobre o endométrio. O diagnóstico é feito por exclusão, após cuidadosa eliminação das causas orgânicas de sangramento uterino representadas pela gravidez e suas complicações, patologias uterinas e pélvicas benignas e malignas e problemas como distúrbios da coagulação, doenças sistêmicas, endocrinopatias ou uso de medicamentos que interferem na ação hormonal ou nos mecanismos de coagulação.

 

Interromper a menstruação foi durante muitos anos um assunto de alto debate e difícil aceitação por algumas mulheres. Com o dia a dia atarefado entre trabalho e filhos, as mulheres hoje tem como opção não menstruar. Na maioria dos casos de sangramento uterino disfuncional, o tratamento clínico  pode resolver o problema. A abordagem cirúrgica costuma ser associada em alguns casos ou quando há falha do tratamento clínico exclusivo.